AFP PHOTO / HOSHANG HASHIMI
AFP PHOTO / HOSHANG HASHIMI

Austrália aumenta presença militar no Afeganistão a pedido da Otan

País ampliará suas forças no país para cerca de 300 membros, onde realizará trabalhos de assessoria às forças de segurança

O Estado de S.Paulo

29 Maio 2017 | 10h14

SYDNEY, AUSTRÁLIA - A Austrália aumentará sua presença militar no Afeganistão após pedido da Organização do Tratado do Atlântico Norte (Otan) para que realize trabalhos de assessoria às forças de segurança desse país, confirmou nesta segunda-feira, 29, sua ministra de Defesa, Marise Payne.

"Dada a importância de Afeganistão e a luta global contra o terrorismo, a ampliação da contribuição ao apoio da missão é oportuna e apropriada", disse Payne a um comitê do Senado.

Em meados deste mês, o primeiro-ministro da Austrália, Malcolm Turnbullm, disse que seu Governo estava aberto à possibilidade de enviar mais tropas ao Afeganistão em resposta a um pedido da Otan durante sua recente viagem ao Oriente Médio.

Conforme o anúncio desta segunda-feira, as autoridades australianas se comprometeram a enviar uma seção de soldados (composta por 30 homens) ao país asiático.

A Austrália tinha até agora 270 membros de suas Forças Armadas no Afeganistão, além de cerca de 780 em Iraque e Síria, países nos quais realiza trabalhos de assistência e capacitação, no primeiro, e colabora nos bombardeios aéreos no segundo. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.