Austrália autoriza menina de 13 anos a mudar de sexo

Em uma decisão controvertida, uma Vara de Família da Justiça australiana autorizou uma garota de 13 anos a submeter-se a tratamento hormonal para que se transforme em menino. A decisão representa a primeira vez em que uma criança australiana obtém autorização da Justiça para submeter-se a esse tipo de tratamento, por motivos psiquiátricos.A menina, que por ordem da Vara de Família pode ser identificada somente como Alex, também receberá acompanhamento psicológico especializado e fará uma cirurgia quando completar 18 anos e for considerada legalmente adulta. Alex diz considerar-se homem por ter sido criada como menino pelo pai, já falecido. Ela foi rejeitada pela mãe. Seu local de origem não foi revelado.Ela já iniciou tratamento com hormônios para evitar a menstruação e impedir que seu corpo adquira características femininas. A corte já havia ordenado provisoriamente o início do tratamento hormonal nos primeiros meses deste ano. Ao completar 16 anos, Alex iniciará um tratamento com testosterona, um hormônio masculino cujos efeitos (tom de voz mais grave, pelos no rosto e no corpo e desenvolvimento muscular) são irreversíveis.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.