Austrália diz que permanece no Iraque para proteger japoneses

O comandante do Exército da Austrália, Angus Houston, disse nesta quarta-feira que o futuro das tropas australianas no Iraque depende de quanto tempo os japoneses decidirão ficar no país. A Austrália tem quase 500 soldados no Iraque, cuja missão é proteger engenheiros japoneses."Se os japoneses continuarem na província de Al Muthanna, ficaremos com eles, sem dúvida alguma, porque nossa função principal é dar-lhes segurança", declarou Houston no Senado australiano."Em Al Muthanna não estamos sob comando britânico. Também temos que falar com os americanos, que são os líderes da coalizão e, certamente, com o governo iraquiano", destacou Houston.A Austrália, um dos principais aliados dos Estados Unidos, participa desde o início da coalizão internacional que invadiu o Iraque.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.