Austrália diz que soberania dos outros "não é absoluta"

O governo australiano classificou fóruns multilaterais como a ONU de ?ineficientes e sem foco?, e disse que sua política externa passará a se basear cada vez mais em ?coalizões?, como a que invadiu o Iraque. O chanceler Alexander Downer também declarou que, na visão de seu governo, a soberania nacional de outros países ?não é absoluta?.O discurso de Downer reforça os comentários feitos pelo primeiro-ministro John Howard, de que a Austrália estaria pronta a lançar ataques ?preventivos? contra o terrorismo na Ásia. ?Algumas instituições multilaterais continuarão importantes para nossos interesses?, disse Downer, num discurso pela televisão. ?Mas, cada vez mais, o multilateralismo é sinônimo de uma política ineficiente e sem foco, envolvendo um internacionalismo do mínimo denominador comum?.Howard e Downer anunciaram que a Austrália está pronta para enviar soldados e policiais para as Ilhas Salomão, se a Nova Zelândia e outros países do Pacífico se unirem a uma força de paz. A força atenderia a um pedido de ajuda do primeiro-ministro das Ilhas, Alan Kemakeza. As Ilhas vivem em meio à violência étnica desde 1998, e o governo controla muito pouco território para além da capital, Honiara.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.