Austrália: enchentes dividem cidade em dois

Rio Wimmera transbordou e deixou incomunicáveis e sem energia a maioria dos 14 mil habitantes da localidade de Horsham

Efe,

18 de janeiro de 2011 | 04h41

SYDNEY - A localidade de Horsham, no sudeste da Austrália, encontra-se nesta terça-feira, 18, dividida em duas em consequência das inundações que afetam desde o fim de semana o estado de Victoria, informaram fontes oficiais.

 

O rio Wimmera transbordou em sua passagem pelo centro do povoado e o dividiu em dois, deixando incomunicáveis e sem energia elétrica a maioria dos seus 14 mil habitantes.

 

Os serviços de emergência indicaram que a água chegou a um metro de altura em alguns distritos e que mais inundações são esperadas.

Horsham, 300 quilômetros ao noroeste de Melbourne, é uma das 51 comunidades alagadas pelas enchentes em Victoria, as piores em 200 anos. As chuvas mais fortes, no entanto, são aguardadas para a noite de quinta, 20 e sexta-feira, 21.

 

Enquanto isso, continuam os trabalhos de limpeza no estado de Queensland, onde 75% do território está alagado, uma área do tamanho de Alemanha e França juntas.

 

Em Queensland, as inundações fizeram 20 mortos - 31 desde novembro -, danificaram 28 mil casas e destruíram fábricas, plantações e construções, em uma região de minas de carvão.

 

O banco australiano ANZ advertiu que os danos da catástrofe pode chegar a US$ 20 bilhões.

Tudo o que sabemos sobre:
Austrália, chuva, Horsham

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.