Austrália enviará mais 375 militares ao Afeganistão

A Austrália vai enviar mais 300 soldados e 75 membros da Força Aérea ao Afeganistão para aumentar a segurança no centro do país asiático. O anúncio foi feito nesta Terça-feira pelo primeiro-ministro, John Howard."A situação da segurança no Afeganistão se deteriorou, é necessário que enviemos um apoio adicional", disse chefe do governo australiano.Estas novas tropas se juntarão aos 200 soldados das forças especiais postados na província de Oruzgan, e terão como objetivo lutar contra a insurgência taleban e controlar as rotas de transporte de provisões "para apoiar diretamente as operações australianas de reconstrução", disse Howard.Pedido dos EUAO primeiro-ministro especificou que a pedido dos Estados Unidos, a Austrália também enviará 75 especialistas do grupo de proteção e controle por radar da Força Aérea para Kandahar, onde assumirão o controle de uma porção do espaço aéreo.O primeiro-ministro acrescentou que tomou essa decisão após a última reunião na Holanda entre o chefe do Exército australiano, Angus Houston, e seus colegas americano e britânico, junto com as conversas mantidas com o presidente afegão, Hamid Karzai.A Austrália terá este ano um total de 950 soldados no Afeganistão, número que aumentará ainda mais em 2008.Nova ZelândiaO Ministério da Defesa neozelandês também anunciou nesta terça-feira, 10, que enviará uma nova equipe de 122 especialistas para apoiar os esforços de reconstrução e segurança na província afegã de Bamyan, segundo a agência de notícias local NZPA.O novo contingente substituirá os 108 soldados neozelandeses que permaneceram no Afeganistão durante o inverno e será centrado no controle da segurança, na reconstrução das infra-estruturas e na distribuição de ajuda humanitária.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.