Australia lança competição para construção de robôs militares

Governo dará US$1,6 milhão para projeto vencedor, que deve ser usado para reduzir baixas militares em áreas urbanas.

BBC Brasil, BBC

14 de julho de 2009 | 07h33

O governo australiano abriu uma competição para a construção de uma nova geração de robôs militares, projetados para ajudar soldados humanos a combater em zonas urbanas.

O prêmio da competição, promovida pela Organização de Ciência e Tecnologia da Defesa da Austrália em parceria com o Exército dos Estados Unidos é de US$1,6 milhão (R$3,6 mi).

Segundo os organizadores, o objetivo é reduzir o número de mortes em combate em áreas urbanas, onde o confronto é "imprevisível e trapaceiro".

O governo afirmou que pretende desenvolver um "sistema inteligente e totalmente autônomo",

'Trabalho sujo'

Segundo o correspondente da BBC em Sydney Phil Mercer, as autoridades australianas esperam que veículos robotizados não armados façam uma parte do "trabalho sujo" do Exército em ambientes perigosos.

Ele explica que o plano é que grupos de robôs sofisticados sejam enviados aos campos de batalha para ajudar a neutralizar o inimigo.

Como parte da competição, os candidatos devem mostrar que os protótipos são capazes de realizar as atividades requisitadas pelo governo em uma base de defesa no sul da Austrália.

Os robôs serão avaliados e julgados por um painel internacional de especialistas militares.

Depois dessa etapa, cinco candidatos serão escolhidos e deverão apresentar seus projetos em uma conferência em Brisbane, em 2010.BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.