Austrália manterá tropas no Timor até as eleições legislativas

A força de paz da Austrália no Timor-Leste continuará no país pelo menos até as eleições legislativas previstas para junho ou julho, anunciou nesta segunda-feira, 9, o ministro de Assuntos Exteriores australiano, Alexander Downer."Após o pleito, avaliaremos a situação", assinalou à rádio estatal ABC Downer, opinando também que esse período talvez seja "razoavelmente instável".Downer lembrou que existe a possibilidade de "a parte militar da operação de manutenção da paz no Timor-Leste ficar sob controle das Nações Unidas ainda este ano".Austrália e Nações Unidas concordaram em janeiro unificar o trabalho realizado pela Missão Integrada da ONU e a Força Internacional de Estabilização liderada pela Austrália, que conta com cerca de mil soldados.A instabilidade social, econômica e política que atinge o país mais pobre do Sudeste Asiático, agravada pela demissão de 600 militares, foi a causa de uma onda de violência em abril e maio do ano passado que causou a morte de cerca de 30 pessoas, o deslocamento de aproximadamente cem mil e propiciou a entrada das tropas estrangeiras e das Nações Unidas.Eleições presidenciaisSobre as eleições presidenciais que acontecem nesta segunda-feira no Timor-Leste, Downer manifestou que seu governo espera que a jornada transcorra com tranqüilidade e sem intimidações, e acredita que haverá maior instabilidade no pleito legislativo.Os centros eleitorais no Timor Leste abriram às 07h (18h de domingo, em Brasília) para que os timorenses elejam o segundo presidente da República, que terá um mandato de cinco anos. Os timorenses podem votar até às 16h (3h da madrugada, em Brasília).Caso nenhum dos oito candidatos alcance mais de 50% dos votos válidos emitidos, será realizado um segundo turno entre os dois mais votados dentro de 30 dias.Liderados pela União Européia, 180 observadores internacionais e cerca de 1.900 nacionais supervisionam o processo eleitoral.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.