Austrália participará de programa antimísseis dos EUA

Citando potenciais ameaças à segurança nacional geradas por mísseis que poderiam transportar armas de destruição em massa, o governo da Austrália informou que participará de um programa do governo dos Estados Unidos para a construção de um escudo antimíssil de alta tecnologia."Acreditamos que participar do programa americano servirá aos nossos interesses estratégicos, nos ajudará a defender a Austrália e permitirá que façamos uma importante contribuição com a segurança regional e global", disse Alexander Downer, ministro das Relações Exteriores da Austrália.Washington tem planos de desenvolver um escudo contra mísseis balísticos sob o argumento de que "Estados párias", como a Coréia do Norte, poderiam desenvolver em breve mísseis capazes de atingir interesses americanos. Os EUA querem que aliados como Austrália, Canadá e Grã-Bretanha envolvam-se no projeto, principalmente para instalar estações de rastreamento de satélite em seus territórios.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.