Austrália planeja retirar tropas do Afeganistão em 2013

A Austrália planeja começar a retirar suas tropas do Afeganistão em 2013, um ano antes do inicialmente previsto, disse hoje a primeira-ministra Julia Gillard.

DOW JONES, Agência Estado

17 de abril de 2012 | 01h31

O anúncio vem em um momento difícil para as forças de segurança no Afeganistão, após os insurgentes, fortemente armados, lançarem uma série de ataques na capital Cabul e em todo o país no fim de semana. Os rebeldes lançaram uma ofensiva agressiva, em um esforço para complicar os planos dos EUA de transferir o controle da segurança às forças afegãs nos próximos dois anos.

Gillard afirmou que a segurança está melhorando em todo o Afeganistão, onde as tropas da Austrália contam com 1,5 mil militares, principalmente na província de Uruzgan. As forças australianas continuarão a oferecer serviços de treinamento para as forças de segurança nacionais afegãs, que Gillard descreveu como "cada vez mais capazes".

No futuro, "a mineração, a educação e a agricultura será setores cruciais - todas as áreas em que a Austrália poderá oferecer algum conhecimento técnico", completou Gillard. Os EUA têm cerca de 91 mil soldados no país asiático e querem reduzir esse número para menos de 68 mil até o fim do ano.

Tudo o que sabemos sobre:
AustráliaAfeganistãoretirada tropas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.