Austrália revê relação com Tailândia após golpe militar

A ministra de Relações Exteriores da Austrália, Julie Bishop, anunciou que o governo está revisando o relacionamento com a Tailândia após o golpe que conduziu os militares ao poder.

AE, Agência Estado

23 Maio 2014 | 03h52

Em entrevista à Australian Broadcasting, Bishop disse que o governo australiano está "gravemente preocupado" com o que ela descreveu como um "desenvolvimento lamentável".

"Nós precisamos saber as razões para anunciar um golpe apenas dias depois de impor uma lei marcial sob o argumento de que não era um golpe, então nós estamos revisando a situação, nós estamos constantemente monitorando os acontecimentos e nós estamos revendo as implicações do golpe nas relações entre os governos", disse.

A ministra declarou estar preocupada com os cerca de 28.500 australianos na Tailândia e insistiu que eles adotem um "grau muito elevado de cautela". Fonte: Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
Tailândia golpe austrália

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.