Austrália terá o primeiro deputado aborígine de sua história

Ken Wyatt conseguiu a cadeira de Hasluck, na cidade de Perth, oeste australiano

Efe

29 de agosto de 2010 | 06h55

SIDNEY - O primeiro deputado aborígine da história da Austrália, Ken Wyatt, foi eleito no dia 21 de agosto, segundo se confirmou neste domingo, 29, durante o processo de apuração dos votos.

Wyatt, candidato da Coalizão Liberal, conseguiu a cadeira de Hasluck, na cidade de Perth, no oeste do país.

Outros três candidatos aborígines, Leo Abbott, também da Coalizão Liberal; Barbara Shaw, dos Verdes; e Tauto Sansbury, do Partido Trabalhista não receberam os votos suficientes.

A Austrália teve dois senadores aborígines em sua história, Neville Bonner, no começo dos anos 70, e Aden Ridgeway, nos anos 90.

A apuração das igualadas eleições do sábado passado continua e com 83% dos votos apurados trabalhistas e conservadores dividem 72 e 73 cadeiras, respectivamente, dos 150 da Câmara Baixa do Parlamento federal.

O Partido Verde tem garantido um assento, o de Adam Brand, que já anunciou que se unirá com os trabalhistas.

Também estão os três independentes que se uniram (Bob Katter, Rob Oakeshott e Tony Windsor) e Andrew Wilkie, um antigo assessor do governo de Canberra que renunciou em 2003 ao discordar sobre a intervenção armada no Iraque.

Para formar governo, a primeira-ministra trabalhista Julia Gillard ou o conservador da Coalizão Liberal, Tony Abbott, precisam do apoio de pelo menos 76 congressistas.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.