Australiana diz que foi refém por 20 horas no Iraque

Uma mulher australiana disse a uma emissora de rádio de Sydney que ela e outros três funcionários de agências de ajuda humanitária foram seqüestrados em Faluja e libertados, ilesos, após 20 horas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.