Australiano começa a vender lotes na Lua

A imobiliária australiana Lunar Realty, estabelecida em Melbourne, abrirá na terça-feira suas portas vendendo lotes de um acre na Lua por 59 dólares australianos (aproximadamente R$ 110). Lotes de dez acres sairão por A$ 298 (pouco menos de R$ 600). O empresário Paul Jackson, de 33 anos, anunciou que comprou os direitos para vender, na Austrália, as terras oferecidas pelo empresário americano Dennis Hope.Hope vem lucrando desde 1980 com o que ele chama de uma aparente brecha no Tratado das Nações Unidas sobre o Espaço Sideral, de 1967. O acordo proíbe os países de reivindicarem a posse de territórios na Lua, mas nada determina sobre indivíduos.Hope registrou uma reivindicação por lotes na Lua e em outros planetas na ONU e junto aos governos dos Estados Unidos e da extinta União Soviética. Segundo Jackson, mais de 2 milhões de pessoas em 180 países já compraram lotes na Lua, desde 1980.

Agencia Estado,

13 de outubro de 2003 | 19h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.