Australianos planejam protestos contra guerra

Mais de 200.000 australianos planejam protestar contra uma possível guerra ao Iraque em manifestações por todo o país durante o fim de semana, informaram organizadores. Os protestos incluirão preces e passeatas, a começar pelo Estado sulista de Victoria, onde os manifestantes aproveitarão a ocasião do Dia dos Namorados - comemorado amanhã na Austrália e outros países de língua inglesa - para pedir ao governo australiano: "Faça amor, não faça guerra!"Bruce Childs, porta-voz da Passeata Contra a Coalizão de Guerra, disse que as manifestações são uma mensagem direta ao primeiro-ministro da Austrália, John Howard, de que ele terá dificuldade para se reeleger, devido a seu apoio irrestrito aos planos dos Estados Unidos de atacarem o Iraque, com ou sem o aval da Organização das Nações Unidas.Para o sábado, estão previstos protestos em Perth e Darwin. Em Sydney, mais de 100.000 pessoas são aguardadas para uma manifestação no domingo. No Estado de Austrália do Sul, sindicatos locais planejam protestar em Adelaide, também no domingo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.