Áustria é acusada de violar direitos humanos

O Alto Comissariado das Nações Unidas para Refugiados (Acnur) acusou hoje o governo austríaco de violar os direitos humanos de estrangeiros em busca de asilo por não fornecer acomodações adequadas a eles. No dia anterior, autoridades locais recusaram-se a acomodar mais de 50 pessoas provenientes da África e do leste da Europa em busca de asilo no campo de refugiados de Traiskirchen, cerca de 30 quilômetros ao sul de Viena, disse Karola Paul, representante na Áustria da agência ligada à ONU. Um grupo religioso e a Cruz Vermelha Internacional providenciaram acomodações de emergência para o grupo, disse Paul.

Agencia Estado,

23 Janeiro 2002 | 18h42

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.