Autista é resgatado após semanas perdido no deserto

Um homem autista sobreviveu três semanas no deserto de Escalante, sudeste do Estado norte-americano de Utah, comendo apenas sapos e raízes até ser resgatado nesta sexta-feira. William Martin LaFever, de 28 anos, contou à polícia que bebeu água do rio Escalante, enquanto tentava ir andando de Boulder, Utah, até Page, Arizona, distantes cerca de 145 quilômetros.

AE, Agência Estado

13 de julho de 2012 | 11h57

O delegado Ray Gardner disse que LaFever não teria sobrevivido outras 24 horas. Ele foi levado de helicóptero para um hospital.

LaFever estava tentando chegar até a cidade de Page por que seu pai disse-lhe que daria dinheiro, informou o departamento do xerife em comunicado. Ele ligou para seu pai em 6 ou 7 de junho para dizer que alguém roubou seu equipamento de trilha e que estava sem dinheiro. Seu pai disse então para ele pegar uma carona até Page e receber o dinheiro. Sem o conhecimento de sua família, LaFever decidiu caminhar seguindo o rio Escalante até o lago Powell e então pegar carona em algum barco até Page.

"Em toda a minha carreira eu nunca vi alguém tão emagrecido" afirmou Gardner. De acordo com ele, LaFever estava fraco demais para ficar em pé, mas estava tão ansioso por contato humano que não parava de falar. As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
EUARESGATEDESERTO

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.