Autópsia de Milosevic será feita neste domingo, dizem autoridades

A autópsia do ex-presidente iugoslavo Slobodan Milosevic será feita neste domingo no Instituto Médico Legal holandês de Haia, na presença de dois legistas sérvios e possivelmente de analistas russos, informou neste sábado o porta-voz Christian Chartier do Tribunal Penal Internacional para a Antiga Iugoslávia (TPII). "O TPII não tem nenhum motivo de temer os resultados da autópsia, que inclui um exame toxicológico", disse Chartier à EFE em resposta às acusações dos parentes de Milosevic de que este estava sendo envenenado na prisão do Tribunal da ONU, onde neste sábado foi encontrado morto em sua cela. Chartier acrescentou que é "muito provável" que o TPII aceite o pedido do assessor jurídico da família de Milosevic, Zdenko Tomasic, para que legistas russos participem da autópsia. Tomasic declarou neste sábado a uma rede de televisão em Haia que tinha solicitado a presença de médicos russos depois que o TPII rejeitou um pedido anterior para que a autópsia fosse realizada em Moscou. O assessor legal disse que na última sexta-feira à tarde se encontrou pela última vez com Milosevic, que lhe teria dito que estava sendo envenenado na prisão. Milosevic, de 64 anos, estava a dois meses do final de seu julgamento por genocídio e crimes de guerra que era submetido desde fevereiro de 2002 no tribunal da ONU.

Agencia Estado,

11 Março 2006 | 17h40

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.