Stefan Rousseau/PA via AP
Stefan Rousseau/PA via AP

Autor de atentado em Londres agiu sozinho, diz polícia

Para a Scotland Yard, Khalid Masood não tinha relação com terroristas; um homem ainda está detido por suspeita de relação com o caso

O Estado de S.Paulo

26 de março de 2017 | 05h28

LONDRES - O autor do ataque de Londres da última quarta-feira, Khalid Masood, atuou sozinho e não há informação de que tinha relação com terroristas, informou a polícia britânica neste domingo, 26.

Quatro pessoas morreram e cinquenta ficaram feridas após Masood invadir com seu veículo a calçada da ponte de Westminster. Na sequência, ele foi para a porta do Parlamento, onde apunhalou mortalmente o policial Keith Palmer e foi abatido por agentes armados.

 

Ainda creio que Masood atuou sozinho neste dia e não há informação de inteligência que sugira que estejam sendo planejados mais atentados. Inclusive, se ele atuou sozinho na preparação do atentado, precisamos saber com total clareza porque ele fez isso. É possível que nunca consigamos entender porque ele fez isso, afirmou Neil Basu, assistente do comissário da Scotland Yard.

O policial pontuou ainda a importância de se averiguar se Masood atuou inspirado por propaganda terrorista.

Um homem de 58 anos é o único que permanece detido por suspeita de conexão com o caso. A polícia libertou ontem um homem de 27 anos e uma mulher de 39. Dos feridos, 14 permanecem hospitalizados, sendo um em estado crítico e outro com ferimentos graves.

O autor do atentado, cujo nome de nascimento era Adrian Russell Ajao, nasceu no condado de Kent, sudeste da Inglaterra, no dia de Natal de 1964. Em 52 anos de vida, teve histórico de delitos e antecedentes criminais por agressão e posse ilegal de armas. / EFE

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.