APTN/AP
APTN/AP

Autor de atentado na Suécia fez ameaças por e-mail, diz polícia

Em mensagem eletrônica, iraquiano falava de jihad e criticava a participação sueca no Afeganistão

estadão.com.br,

13 de dezembro de 2010 | 09h07

ESTOCOLMO - A polícia sueca confirmou nesta segunda-feira, 13, que o autor de um atentado terrorista no centro de Estocolmo no último sábado fez ameaças por e-mail antes do ataque, no qual duas pessoas ficaram feridas.

De acordo com a polícia, o e-mail, que falava de jihad e criticava a participação sueca na guerra ao Taleban, foi enviado pelo mesmo homem que morreu no ataque suicida.

O suspeito de 28 anos, identificado como Taimour Abdulwahab al-Abdaly, é um iraquiano radicado na Suécia e que viveu na cidade de Luton, no Reino Unido.

Um imóvel na Grã-Bretanha foi revistado pela polícia britânica na noite de domingo como parte das investigações sobre o atentado a bomba que matou uma pessoa em Estocolmo, na Suécia, no sábado.

Segundo a polícia, um mandado de busca foi executado no imóvel no condado de Bedfordshire, no centro-sul da Grã-Bretanha, de acordo com o Ato sobre Terrorismo, de 2000.

Um carro explodiu do sábado na região de Drottninggatan, em Estocolmo. Cerca de 15 minutos depois, uma segunda explosão ocorreu a 300 metros de distância do local.

Com Efe e AP

Tudo o que sabemos sobre:
Suéciaterrorismo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.