Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE

Autores de vídeo com crianças fumando maconha são presos

Dois adolescentes que apareciam em um vídeo "ensinando" duas crianças - uma de 2 anos e outra de 5 - a fumar maconha foram presos nesta segunda-feira, 5. A Polícia de Fort Worth, no Texas, Estados Unidos, encontrou o vídeo por acaso EM fevereiro durante uma busca por mercadorias roubadas no apartamento de Demetris McCoy, 17.No vídeo, as crianças são chamadas de "maconheiras" por McCoy e seu amigo Vanswan Polty, 18. Um trecho da gravação mostra um dos jovens colocando o cigarro de maconha na boca de um bebê de 2 anos, sobrinho de McCoy."Eu nunca tinha visto nada tão perturbador", disse Bruce Ure, diretor de segurança pública do departamento de polícia de Watauga, no Texas. "Nossas crianças contam conosco para protegê-las. Esses indivíduos fizeram tudo menos proteger essas crianças", afirmou sobre os dois adolescentes.Os dois jovens foram acusados de crime severo de dano à criança mas não apresentaram nenhum advogado de defesa até agora.Questionado por uma rede de TV do Texas, McCoy xingou e fez gestos obscenos enquanto era levado para a cela.As crianças estão sob custódia da serviço de proteção ao menor americano.CoincidênciaO incidente foi descoberto quando a polícia entrou no apartamento de McCoy em 22 de fevereiro, segundo relato de Ure. Eles investigavam o jovem por ligação com o tráfico de drogas e assaltos.Entre os itens recuperados, estava a câmera. Ao encontrar uma das fitas, os investigadores depararam com a sessão dos dois rapazes "ensinando" as crianças a fumar maconha. "Eles estavam tentando deixá-los tontos e se divertiam com isso", conta o diretor. A mãe dos meninos, a irmã de McCoy, disse à polícia que estava dormindo no quarto dos fundos durante o ocorrido. "Ela não foi acusada", disse o diretor. Nem o outro menor, que serviu de cameraman.A avó do jovem de 17 anos, Shirley Russell, disse à rede de televisão KXAS-TV "que se sente péssima pelo ocorrido". Transtornada, Shirley afirmou que estava trabalhando quando o vídeo foi feito. "É decepcionante quando as coisas ocorrem e você nem toma conhecimento disso."

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.