Autoridade de equipe médica da ONU é contagiada pelo Ebola na Libéria

Autoridade de equipe médica da ONU é contagiada pelo Ebola na Libéria

O pior surto da doença registrado até hoje já matou mais de 3.400 pessoas na África

REUTERS

08 de outubro de 2014 | 07h49

Uma autoridade médica internacional da Missão da ONU na Libéria testou positivo para o vírus do Ebola e está recebendo tratamento, informou a missão da ONU no país (Unmil) em um comunicado nesta quarta-feira.

O funcionário, que não foi identificado, é o segundo membro da missão a contrair Ebola - o primeiro morreu no dia 25 de setembro.

O pior surto de Ebola registrado até hoje já matou mais de 3.400 pessoas, predominantemente na Libéria, Guiné e Serra Leoa.

(Reportagem de Matthew Bigg Mpoke)

Tudo o que sabemos sobre:
ONUEBOLALIBERIA*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.