Autoridades colombianas encontram 46 corpos em valas

As autoridades colombianas encontraram nesta quinta-feira pelo menos 46 corpos em várias valas comuns na região florestal do departamento de Putumayo. De acordo com promotores públicos, as vítimas, aparentemente, são pessoas desaparecidas e assassinadas por paramilitares das Autodefesas Unidas da Colômbia (AUC), que atuavam na fronteira com o Equador. A Promotoria recolheu amostras dos corpos para análise de DNA e identificação das vítimas. Há poucas semanas a Comissão Nacional de Reparação afirmou que 10 mil corpos de vítimas de paramilitares e guerrilheiros podem estar sepultados em valas comuns em todo o país. O presidente da entidade, Eduardo Pizarro, declarou que é urgente criar uma base de dados para facilitar a identificação dos restos de desaparecidos. Os rebeldes desmobilizados, acusou, estão revelando a localização das valas para receber benefícios legais. Cerca de 31 mil paramilitares colombianos se desmobilizaram entre novembro de 2003 e abril deste ano, após acordos com o Governo do presidente Álvaro Uribe.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.