Kyle Grillot/Reuters
Kyle Grillot/Reuters

Autoridades confirmam 34 mortos em incêndio em barco na costa da Califórnia

Buscas por sobreviventes foram encerradas após o resgate de 20 corpos; somente cinco pessoas, membros da tripulação, sobreviveram

Redação, O Estado de S.Paulo

03 de setembro de 2019 | 18h22

SANTA BARBARA - “Mayday! Mayday! Mayday!” gritava uma voz masculina. “Eu não consigo respirar!”. A gravação de uma estação de rádio local da região de Santa Barbara, na Califórnia, captou os últimos momentos antes de um incêndio tomar por completo um barco de mergulho comercial ancorado no sul da costa do Estado. 

A ligação foi feita às 3h da manhã, horário local, na segunda-feira. As buscas por sobreviventes foram encerradas no começo da tarde desta terça-feira, 3, após as autoridades confirmarem que 34 pessoas morreram no desastre.

A embarcação chamada “Conception”, de 22,8 metros de comprimento, saiu com 39 pessoas a bordo, sendo seis membros da tripulação.

Os mergulhadores da equipe de busca conseguiram recuperar 20 corpos. As autoridades confirmaram que 14 pessoas ainda estão desaparecidas.

De acordo com o xerife do condado de Santa Barbara, Bill Brown, a equipe de resgate avistou de quatro a seis corpos presos nos destroços do barco, mas ainda não conseguiu retirá-los.

Cinco membros da tripulação conseguiram pular na água e escapar do incêndio, incluindo o capitão, sendo os únicos sobreviventes. “Tristemente, não foram encontrados mais sobreviventes”, disse Brown.

Entre as vítimas, estão ao menos dois alunos de uma escola local, com alunos de 7 a 12 anos, além de dois pais, de acordo com a imprensa local. O xerife também afirmou que entre os corpos encontrados, estavam 11 mulheres e nove homens.

A identificação dos corpos carbonizados será feita através de amostras de DNA coletadas de familiares das vítimas. Oficiais não deram indícios sobre a possível causa do incêndio, somente afirmando que as vítimas ficaram presas pelas chamas.

De acordo com a regulação, a embarcação deveria ter detectores de fumaça e extintores de incêndio, e as autoridades afirmaram que o barco seguia as normas.

Uma testemunha dormia em seu barco de pesca a poucos metros do Conception, quando foi despertado pelo pânico dos tripulantes que conseguiram escapar. “Eu via o fogo saindo dos buracos na lateral do barco”, disse Bob Hansen. “Havia explosões seguidas. Você não pode se preparar para isso. Foi horrendo”.

O Conception ficou ancorado na costa da ilha de Santa Cruz, que pertence a um parque nacional de cavernas no sul da costa da Califórnia.

Os passageiros estavam há três dias em uma expedição para mergulho, e no momento do incêndio dormiam em quartos abaixo do deck, em beliches próximas uma da outra, segundo o site da Truth Aquatics, empresa da região que transporta passageiros para mergulho.

Os quartos estavam abertos, sem portas trancadas, somente com cortinas separando as camas.

Ao nascer do sol na segunda-feira, o barco estava no norte da ilha de Santa Cruz, pegando fogo mas ainda na superfície, como mostra uma foto publicada pelo Departamento de Bombeiros de Santa Barbara. Mais tarde na manhã, afundou, somente a 18 metros da costa da ilha.

Diversos órgãos federais, incluindo a Guarda Costeira americana e o Serviço Nacional de Parques, além de departamentos locais foram envolvidos no que foi chamado pelas autoridades como uma operação de recuperação. A equipe de resgate planejava nesta terça fatiar o barco, que está virado de cabeça para baixo e afundado a mais de 18 metros, e trazê-lo para a costa. / NYT

Notícias relacionadas

    Encontrou algum erro? Entre em contato

    Tendências:

    O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.