Autoridades confirmam queda de sexto helicóptero no Iraque

Autoridades americanas confirmaram nesta quinta feira que um helicóptero de uma companhia de segurança particular havia caído no Iraque na semana passada, registrando a sexta queda de helicópteros em três semanas. Informações sobre o incidente de 31 de janeiro, em que ninguém ficou ferido, vêm um dia depois que sete tripulantes e um passageiro em um helicóptero da Marinha dos Estados Unidos morreram quando a aeronave caiu próxima a Bagdá, possivelmente após ser atingida por tiros do solo. O Exército dos Estados Unidos, preocupado com a possibilidade de militantes terem mudado suas estratégias ou estarem utilizando armas mais sofisticadas, informou que está ajustando suas táticas. Um oficial militar dos EUA disse que ouviu informações de que o helicóptero de segurança particular caiu sob fogo. "Eles conseguiram retirar toda a tripulação e o equipamento, disse o militar. O New York Times, citando autoridades norte-americanas, divulgou que o helicóptero foi abatido no sul de Bagdá, depois que insurgentes atacaram a aeronave com armas de grosso calibre. Outro helicóptero norte-americanos fez uma rápida descida para resgatar os passageiros e a tripulação, disse o jornal. Não está claro quantas pessoas estavam a bordo. O porta-voz da embaixada dos EUA, Lou Fintor, disse a repórteres que o incidente de 31 de janeiro está sob investigação.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.