Anwar Hossain Joy / Reuters
Anwar Hossain Joy / Reuters

Autoridades de Bangladesh matam 6 suspeitos de caçarem tigres

Policiais encontraram peles de três animais adultos e armas de fogo com o grupo

O Estado de S. Paulo

11 de agosto de 2015 | 11h59

DACA - Autoridades de Bangladesh mataram seis suspeitos de caçarem tigres na maior floresta de mangue no sudoeste do país. A região é conhecida por abrigar tigres de Bengala em perigo.

O oficial da polícia local, Harendranath Sarker, disse que houve uma troca de tiros com uma gangue suspeita de caçar tigres na floresta de Sundarbans. As autoridades encontraram peles de três tigres adultos e apreenderam armas de fogo com os suspeitos.

A área, com cerca de 10 mil quilômetros quadrados de matas que atravessam Bangladesh e Índia, é patrimônio da humanidade pela Unesco.

Em 2004, foram registrados 440 tigres na floresta de Sundarbans em uma pesquisa que teve como base a coleta de pegadas dos animais. Mas um estudo feito com câmeras de vídeo em abril de 2015 mostrou a existência de uma média de apenas 106.

Funcionários florestais e especialistas afirmam que a caça ilegal é uma das principais razões para o declínio da população de tigres na região. /ASSOCIATED PRESS

Tudo o que sabemos sobre:
animaiscaçaBangladesh

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.