Autoridades descobrem 36 bares em prisão mexicana

Autoridades mexicanas descobriram 36 mini bares que eram frequentados pelos detentos em uma penitenciária do Estado de Sonora, no norte do México. Durante uma revista na penitenciária de Hermosillo, capital de Sonora, também foram descobertas sete geladeiras, três aparelhos de videogames e dois telefones celulares, afirmou nesta quinta-feira o responsável pelo sistema penitenciário de Sonora, Ricardo Ornelas.

AE, Agência Estado

29 Setembro 2011 | 17h01

Ornelas disse que após a descoberta dos objetos proibidos, na quarta-feira, o chefe da penitenciária foi demitido. A prisão tem 542 detentos.

Ornelas disse que os mini bares e as geladeiras serão doados a instituições de assistência social e caridade.

Em maio, as autoridades descobriram em uma penitenciária de outro Estado nortista, Chihuahua, uma cela transformada em bar. Os detentos podiam beber tequila, cerveja e vodca. O bar também tinha uma mesa de bilhar.

As informações são da Associated Press.

Mais conteúdo sobre:
MéxicoHermosilloSonorapolícia

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.