Autoridades iranianas exigem desculpas da Dinamarca

O embaixador da Dinamarca em Teerã foi chamado nesta terça-feira ao Ministério do Exterior do Irã para receber uma notificação de rejeição e protesto das autoridades iranianas pela publicação de caricaturas ofensivas ao Islã em um jornal dinamarquês.Segundo a agência governista Irna, o Subdiretor geral do Departamento de Assuntos Europeus, Abolqassem Delfi, expressou ao diplomata dinamarquês que a "publicação de caricaturas do santo profeta do Islã feriu os sentimentos religiosos de um bilhão e meio de muçulmanos no mundo".Delfi exigiu as desculpas do diretor do jornal e do governo dinamarquês pela publicação dos desenhos, acrescentou a agência. As charges, que mostram Maomé como terrorista, foram publicadas pelo Jyllands-Posten e depois reproduzidas por uma revista norueguesa.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.