Autoridades iranianas fecham jornal reformista

O Comitê Supervisor da Atividade da Imprensa do Irã ordenou nesta segunda-feira o fechamento do jornal Ruzegar, acusado de continuar as atividades do extinto jornal reformista Shargh (Oriente), informou a agência Isna.O escritório de Relações Públicas do Ministério da Cultura e Orientação Islâmica, citado pela Isna, alegou que o comitê tomou sua decisão de acordo com a Lei de Imprensa, que estabelece que as publicações fechadas não poderão retomar suas atividades com um novo nome.No entanto, a agência afirma que alguns especialistas acham que o artigo da Lei de Imprensa não pode ser usado no caso do jornal Ruzegar, que não utilizou nem o nome nem o logotipo do veículo que foi fechado."O importante é que não se deve publicar um novo jornal com o nome e o logotipo de outro já fechado", disse Kambiz Noruzi, especialista em direitos de imprensa, em declarações à Isna.Noruzi acrescentou que o fato de os funcionários de um jornal que foi fechado passarem a trabalhar no novo veículo não é motivo suficiente para seu fechamento

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.