Autoridades proíbem 3 grupos radicais islâmicos

A Alemanha proibiu ontem as atividades três grupos radicais islâmicos e, separadamente, anunciou ter frustrado um plano de assassinato de um conhecido político de ultradireita, que seria posto em prática por extremistas muçulmanos. Entre os movimentos banidos, está um cuja propaganda na internet inspirou os terroristas que mataram dois pilotos americanos no aeroporto de Frankfurt em 2011, segundo informações da inteligência alemã. A polícia revistou 21 apartamentos de membros das organizações ontem.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.