Yilmaz Sonmez/IHA via AP
Yilmaz Sonmez/IHA via AP

Avalanche deixa ao menos 23 mortos no leste da Turquia

Segundo agências de notícias da Turquia, maioria dos mortos tentava socorrer vítimas de outra avalanche, ocorrida na noite anterior

Redação, O Estado de S.Paulo

05 de fevereiro de 2020 | 12h20

Pelo menos 23 pessoas morreram nesta quarta-feira, 5, quando uma avalanche atingiu dezenas de socorristas mobilizados após uma primeira avalanche que matou cinco pessoas no dia anterior no mesmo local no leste da Turquia

Citado pela agência de notícias estatal Anadolu, o governador da província de Van, onde ocorreu a tragédia, disse que os corpos de 14 socorristas e de nove civis foram encontrados.

Segundo a mesma fonte, cerca de trinta pessoas também foram encontradas vivas e hospitalizadas. O ministro da Saúde da Turquia, Fahrettin Koca, alertou que o número de vítimas pode aumentar. Ainda não há informações do número de pessoas  presas na neve.

As vítimas intervieram para encontrar sobreviventes depois de uma avalanche ocorrida no mesmo local no dia anterior, soterrando um micro-ônibus. Cinco pessoas morreram e oito ficaram feridas nesta primeira avalanche.

Após a primeira avalanche, várias dúzias de gendarmes, bombeiros e socorristas da agência governamental para situações de desastre (AFAD), apoiados por moradores de aldeias vizinhas, foram procurar sobreviventes. 

A busca foi interrompida durante a noite por motivos de segurança, antes de ser retomada esta manhã.

As equipes de resgate procuravam duas pessoas desaparecidas após a avalanche do dia anterior, quando uma nova avalanche ocorreu ao meio-dia.

As duas avalanches ocorreram no distrito de Bahçesaray, uma localidade na fronteira leste da Turquia, de difícil acesso e onde as condições climáticas são severas no inverno./AFP

Tudo o que sabemos sobre:
Turquiaavalanche

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.