Avalanche no Nepal deixa 9 mortos e 6 desaparecidos

Uma avalanche atingiu um grupo de montanhistas em um pico da cordilheira do Himalaia no Nepal neste domingo, deixando pelo menos nove mortos e seis desaparecidos, disseram autoridades do país. Entre os montanhistas, estavam cidadãos franceses e alemães.

AE - AP, Agência Estado

23 de setembro de 2012 | 11h56

O agente policial Basanta Bahadur Kuwar disse que os corpos do guia nepalês e de um homem alemão foram recuperados e que pilotos de resgate avistaram outros sete corpos nas encostas do Monte Manaslu, oitava montanha mais alta do mundo, localizada no norte do Nepal.

Outros dez membros do grupo de montanhistas sobreviveram à avalanche, mas muitos se machucaram e foram levados para hospitais em helicópteros de resgate, acrescentou. Um piloto de resgate identificado como Pasang disse que três franceses e dois alemães feridos foram transportados para hospitais em Katmandu. Ele afirmou ainda que as equipes de resgate estavam tentando levar os corpos dos mortos na avalanche de volta para o acampamento na base da montanha. Contudo, segundo o agente Kuwar, as condições climáticas estavam piorando e não seria possível continuar as buscas áreas sobre a montanha na tarde de domingo. As identidades das vítimas ainda estavam sendo confirmadas.

A avalanche atingiu os montanhistas em um acampamento montado a 7 mil metros de altitude. Eles estavam se preparando para seguir em direção do cume do monte, a 8.156 metros.

Tudo o que sabemos sobre:
Nepalavalanchemortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.