Avalanche soterra cem soldados próximo a campo de batalha de maior atitude no mundo

Não há confirmação sobre número de sobreviventes em incidente na Caxemira, que é disputada por Índia e Paquistão.

BBC Brasil, BBC

07 de abril de 2012 | 07h09

Pelo menos cem soldados paquistaneses ficaram soterrados após uma avalanche neste sábado na Caxemira, região que é disputada por Índia e Paquistão desde os anos 1940.

A avalanche atingiu um acampamento militar paquistanês próximo à geleira de Siachen, na cordilheira de Caracórum, nos Himalaias. A geleira é conhecida por ser o campo de batalha em maior altitude no mundo - a 6,7 mil metros.

O porta-voz do Exército paquistanês, o general Athar Abbas, disse à BBC que alguns corpos foram encontrados, mas que não há estimativa de sobreviventes. Uma equipe de resgates está trabalhando no lugar.

A imprensa local está noticiando que até 130 soldados podem ter sido atingidos pela avalanche, que ocorreu no distrito de Gayari às 6h do sábado no horário local (22h de sexta-feira, no horário de Brasília).

O Exército paquistanês disse que a prioridade é agir rapidamente para salvar vidas. Helicópteros, cães farejadores e soldados também estão sendo usados na missão de resgate. As condições climáticas neste sábado estão favorecendo os trabalhos das equipes.

De acordo com a correspondente da BBC em Islamabad, no Paquistão, a região da geleira de Siachen é de difícil acesso.

Nos últimos anos, mais soldados morreram devido ao frio e às difíceis condições do local do que em batalhas entre paquistaneses e indianos. BBC Brasil - Todos os direitos reservados. É proibido todo tipo de reprodução sem autorização por escrito da BBC.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.