Avalanches matam 28 e isolam 1.500 no Afeganistão

Pelo menos 28 pessoas morreram, 70 se feriram e 1.500 ficaram isoladas em meio a uma série de deslizamentos de neve no Afeganistão, informaram hoje autoridades locais. Equipes de resgate continuam trabalhando nos esforços para chegar a centenas de veículos presos em uma estrada bloqueada pela neve ao norte de Cabul.

AE-AP, Agencia Estado

09 de fevereiro de 2010 | 09h33

As avalanches ocorreram ontem, depois de fortes nevascas na região de Passo Salang, que liga a capital afegã a Mazar-i-Sharif, no norte do país. O general Abdul Rahman Sayedkhail, comandante da polícia da província de Parwan, disse que as equipes de resgate trabalharam durante toda a madrugada e conseguiram salvar mais de 200 pessoas.

Tudo o que sabemos sobre:
Afeganistãoavalanchemortes

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.