Avança negociação de resgate financeiro para os EUA

Representantes dos dois partidos e o secretário do Tesouro americano, Henry Paulson, trabalharam até altas horas na noite deste sábado (27), em busca de um acordo para o resgate governamental bilionário do setor financeiro, de olho na próxima sessão dos mercados.A presidente da Câmara dos Representantes, a democrata Nancy Pelosi, disse à imprensa que tinha havido "bastante" avanço no acordo, que o Congresso poderia enviar ao presidente George W. Bush na segunda-feira mesmo assim que for votado em ambas as casas.Um ponto-chave na discussão era a inclusão de um novo programa patrocinado pelo governo e exigido pelos representantes republicanos, como uma alternativa ao plano que destinaria a totalidade dos 700 bilhões de dólares para a compra de títulos respaldados por hipotecas e outras dívidas tóxicas contraídas por bancos e investidores. Esse plano foi proposto por Bush."Estamos avançando bastante, creio que será possível chegar a um acordo esta noite", disse o presidente do comitê de Finanças do Senado, Max Baucus, outro democrata. "Não posso assegurar."A Câmara dos Representantes tem marcada sua próxima reunião às 13h locais (14h de Brasília) neste domingo e seus integrantes esperam votar o pacote esta mesma tarde antes de voltar para casa e fazer sua campanha para reeleição. De seu lado, o Senado não terá sessões até segunda-feira de manhã.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.