Avança pobreza na América Latina e na África Subsaariana

Na abertura, quarta-feira, da sessão da Comissão sobre o Desenvolvimento Social da ONU para revisar os avanços obtidos na primeira Década para a Erradicação da Pobreza (1997-2006), analistas alertaram para o aumento da pobreza na América Latina e na África Subsaariana. Diante disso, propuseram a revisão das estratégias para que os Objetivos de Desenvolvimento do Milênio sejam atingidos."Nos últimos dez anos diminuíram os avanços nas áreas sociais. É como se alguém tivesse colocado o pé no freio", declarou Roberto Bissio, diretor-executivo do Instituto do Terceiro Mundo (Item).A razão, segundo disse, está relacionada à queda da capacidade dos governos dos países em desenvolvimento de elaborar políticas próprias para a erradicação da pobreza. Bissio também argumentou que o aumento do número de pobres se deve ao descumprimento dos acordos de ajuda financeira e de perdão da dívida por parte das nações ricas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.