Jim Huylebroek/The New York Times
Jim Huylebroek/The New York Times

Avanço do Taleban até Cabul impressionou pela rapidez; veja cronologia da ofensiva militar

Em curto espaço de tempo, insurgentes realizaram uma campanha militar que impôs sucessivas derrotas às forças de defesa afegãs, resultando na conquista das maiores cidades do país

Redação, O Estado de S.Paulo

15 de agosto de 2021 | 15h18

A chegada do Taleban até Cabul neste domingo, 15, foi o desfecho de uma impressionante ofensiva do grupo rebelde, que até pouco tempo estava restrito a apenas algumas regiões do país.

Em um curto espaço de tempo, os insurgentes realizaram uma campanha militar que impôs sucessivas derrotas às forças de defesa afegãs - que durante 20 anos receberam treinamento e recursos dos Estados Unidos e seus aliados da Otan -, resultando na conquista das maiores cidades do país, até a tomada da capital.

O avanço do Taleban foi planejado e bem-sucedido, e aproveitou o momento de retirada das tropas americanas do país. Apesar de negociações diplomáticas ainda estarem ocorrendo para evitar uma escalada desnecessária de violência, a campanha militar de reconquista do Afeganistão está praticamente concluída. Veja os momentos-chave da ofensiva.

Cronologia da campanha militar do Taleban

  • 14 de abril - O presidente americano, Joe Biden, anuncia que as tropas dos EUA se retirarão do Afeganistão a partir de 1º de maio, e estarão fora do país até 11 de setembro, encerrando a guerra mais longa da história dos EUA. As datas foram confirmadas após uma extensão do prazo de retirada anterior, de 1º de maio, acordado entre o país e o Taleban.
  • 04 de maio - Combatentes do Taleban lançam uma grande ofensiva contra as forças afegãs na província de Helmand, no sul. Eles também atacam em pelo menos seis outras províncias.
  • 11 de maio - O Taleban toma o distrito de Nerkh, nos arredores de Cabul, enquanto a violência se intensifica em todo o país.
  • 07 de junho - Altos funcionários do governo dizem que mais de 150 soldados afegãos são mortos em 24 horas, conforme o conflito piora. Eles acrescentam que há combates em 26 das 34 províncias do país.
  • 22 de junho - Os combatentes do Taleban lançam uma série de ataques no norte do país, longe de seus redutos tradicionais no sul. Enviado da ONU para o Afeganistão diz que eles ocupam mais de 50 dos 370 distritos.
  • 02 de julho - as tropas americanas saem silenciosamente de sua principal base militar no Afeganistão - a Base Aérea de Bagram, a uma hora de carro de Cabul. Isso efetivamente termina com o envolvimento dos EUA na guerra.
  • 05 de julho - Taleban afirma que pode apresentar proposta de paz por escrito ao governo afegão em agosto.
  • 21 de julho - Insurgentes controlam cerca da metade dos distritos do país, de acordo com general americano, destacando a escala e a velocidade de seu avanço.
  • 25 de julho - Os Estados Unidos prometem continuar a apoiar as tropas afegãs "nas próximas semanas" com ataques aéreos intensificados para ajudá-las a conter os ataques do Taleban.
  • 26 de julho - As Nações Unidas afirmam que quase 2.400 civis afegãos foram mortos ou feridos em maio e junho na escalada da violência, o maior número nesses meses desde o início dos registros em 2009.
  • 06 de agosto - Zaranj, no sul do país, torna-se a primeira capital provincial a cair nas mãos do Taleban em anos. Muitos mais caem nos dias seguintes, incluindo Kunduz, ao norte.
  • 13 de agosto - Mais quatro capitais de província caem em um dia, incluindo Kandahar, a segunda cidade do país e berço espiritual do Taleban. No Oeste, outra cidade importante, Herat, é invadida e o veterano comandante Mohammad Ismail Khan, um dos principais lutadores contra o Taleban, é capturado.
  • 14 de agosto - O Taleban toma a maior cidade do Norte do país, Mazar-i-Sharif e, com pouca resistência, Pul-e-Alam, capital da província de Logar, apenas 70 km ao sul de Cabul. Os EUA enviam mais tropas para ajudar a retirada de seus civis de Cabul, já que o presidente afegão Ashraf Ghani diz que está consultando parceiros locais e internacionais sobre os próximos passos.
  • 15 de agosto - O Taleban toma a cidade-chave de Jalalabad, no Leste, sem sequer lutar, concluindo o cerco de Cabul. Insurgentes entram na capital, também sem grande resistência. Americanos intensificam a retirada de seus civis, enquanto autoridades afegães confirmam a fuga do presidente Ashraf Ghani do país./ REUTERS

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.