Avião cai e mata 16 em Angola

Um avião civil chocou-se neste sábado contra uma montanha perto da cidade angolana de Lubango, matando 16 de seus 17 ocupantes, informou a imprensa local. Um passageiro sueco que não foi identificado sobreviveu ao acidente, ocorrido às 10h (horário local), quando o avião se preparava para aterrissar em Lubango, na província de Huila, a sudoeste do país, segundo a agência de notícias portuguesa Lusa. O avião, que fazia um vôo charter para a empresa Sociedade de Aviação Ligeira, dirigia-se a Luanda, a capital de Angola, situada a cerca de 1.000 km ao norte de Lubango. Entre as vítimas, estavam quatro funcionários angolanos do português Banco de Fomento Exterior, e a esposa de um deles. A nacionalidade dos demais passageiros não foi divulgada. Nos últimos dez anos, pelo menos 10 aviões civis e militares caíram em Angola, matando mais de 150 pessoas. Empresas aéreas privadas realizam constantes vôos charter transportando passageiros e carga em Angola porque as rodovias do país não oferecem segurança, devido aos confrontos entre o Exército angolano e o grupo rebelde UNITA e à colocação de minas terrestres nas estradas.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.