Avião cai e mata 5 no Alasca; ex-diretor da Nasa escapa

O ex-senador norte-americano Ted Stevens, de 86 anos, e mais quatro pessoas morreram nesta terça-feira em um acidente aéreo no Alasca. O diretor da unidade norte-americana da fabricante de aeronaves EADS e ex-diretor da agência aeroespacial norte-americana (Nasa, por suas iniciais em inglês), Sean O''Keefe, o filho dele e outras duas pessoas sobreviveram à tragédia.

AE-AP, Agência Estado

10 de agosto de 2010 | 18h52

A queda do hidroavião ocorreu na noite de ontem e, segundo a Guarda Nacional dos Estados Unidos, teria sido causada pelo mal tempo. Segundo informações preliminares repassadas por autoridades locais, pelo menos cinco pessoas morreram e uma ficou gravemente ferida na queda. O avião caiu em uma área remota do condado de Dillingham, no norte da baía de Bristol, cerca de 520 quilômetros ao sudoeste de Anchorage.

Stevens, de 86 anos, tinha ido ao Alasca para uma pescaria com O''Keefe e amigos. Senador pelo Partido Republicano durante 40 anos, Stevens não conseguiu ser reeleito em 2008 depois de ter sido condenado por corrupção. Ele teria mentido no preenchimento de formulários do Senado para esconder privilégios recebidos de um empreiteiro.

O ex-diretor da Nasa Sean O''Keefe e seu filho, que também estavam a bordo da aeronave, sobreviveram ao acidente, assim como outras duas pessoas. Além de ex-chefe da Nasa, O''Keefe é o atual executivo-chefe da gigante europeia da avião e da defesa, a EADS, nos Estados Unidos. Ele tem 54 anos.

Stevens havia sobrevivido a um desastre aéreo em 1978, quando um avião caiu no aeroporto internacional de Anchorage e várias pessoas morreram, inclusive sua esposa, Ann. Apenas Stevens e outra pessoa sobreviveram ao acidente de 1978. Ele foi o senador republicano que mais tempo ocupou o cargo na história. Com informações da Dow Jones.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.