Erik de Castro/Reuters
Erik de Castro/Reuters

Avião cai em campo nas Filipinas, deixa três mortos e três feridos

Aeronave teve problema no circuito elétrico e pegou fogo antes, forçando pouso de emergência

Associated Press

22 de abril de 2010 | 09h56

MANILA - Um avião pegou fogo ao tentar realizar um pouso de emergência em um campo nas Filipinas deixando mortos três de seus seis tripulantes nesta quinta-feira, 22, disseram as autoridades que investigam o caso.

 

O Antonov-12, avião de procedência russa, decolou de Mactan, no centro das Filipinas, e caiu em uma plantação de arroz 35 quilômetros ao sul do aeroporto de Clark, disse Alfonso Cusi, diretor-geral das Autoridades de Aviação Civil das Filipinas.

 

Os bombeiros passaram a noite tentando controlar as chamas na aeronave, que explodiu com o impacto e ficou dividida ao meio, segundo o inspetor-chefe Carlito Fabro.

 

Os moradores de um vilarejo próximo conseguiram salvar três tripulantes - dois russos e um usbeque. Os sobreviventes sofreram queimaduras e foram encaminhados a um hospital próximo. Os outros três membros da equipe de voo foram encontrados mortos perto da cabine da aeronave, disse Cusi, acrescentando que as autoridades tentavam identificar os corpos. Um relatório policial informou que eles seriam dois russos e um búlgaro.

 

Eles enfrentaram problemas técnicos, e começou um incêndio dentro do avião. As comunicações começaram a falhar e o avião simplesmente saiu dos nossos radares", disse Cusi.

 

Segundo a Polícia, o piloto russo disse que o avião tinha problemas no circuito elétrico cerca de uma hora após decolar, e o incêndio o forçou a fazer um pouso de emergência no campo. A aeronave de carga era registrada pelas Linhas Interilhas das Filipinas.

Tudo o que sabemos sobre:
aviãoacidenteFilipinas

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.