Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
REUTERS/Stringer
REUTERS/Stringer

Avião cai no Sudão do Sul e mata ao menos 41 pessoas

Segundo porta-voz, cerca de 20 passageiros estavam na aeronave, um Antonov 12; duas pessoas sobreviveram

O Estado de S. Paulo

04 de novembro de 2015 | 08h16

CAIRO - Pelo menos 41 pessoas morreram nesta quarta-feira, 4, após a queda de um avião de carga que havia decolado pouco antes no Aeroporto Internacional de Juba, no Sudão do Sul, segundo informou a imprensa local.

Um membro da tripulação e uma criança que estava a bordo sobreviveram, segundo o porta-voz presidencial Ateny Wek Ateny.

Ateny afirmou que havia mais ou menos 20 pessoas no avião. “Precisamos confirmar quantas passageiros estavam a bordo”, disse. A tripulação era composta por cinco russos, de acordo com os primeiros dados divulgados pelo jornal National Courrier.

Um policial, que não informou seu nome porque não tem autorização para falar com a imprensa, disse que pelo menos 41 pessoas morreram, mas que o número poderia subir. 

Ateny disse ainda que algumas pessoas morreram no solo, pois o avião caiu próximo de onde pescadores trabalhavam. "Não sabemos o número de pessoas que foram mortas no solo", afirmou.

A aeronave acidentada é um Antonov 12 de carga que se dirigia da capital sul-sudanesa à cidade de Paloich, no estado de Alto Nilo.

De acordo com a agência de notícias Interfax, o avião não pertencia a nenhuma linha aérea russa.

A aeronave caiu a 800 metros do aeroporto em uma zona com muita vegetação. Serviços de emergência do Ministério da Saúde e voluntários de ONGs trabalham para recuperar os corpos e ajudar os sobreviventes.

No Sudão do Sul ocorreram vários incidentes com aviões nos últimos dois anos, causados pelo conflito armado entre o governo de Salva Kiir e os rebeldes de Riak Machar.

Em novembro de 2014, um avião de carga da Agência das Nações Unidas para a Alimentação e a Agricultura (FAO) caiu e duas pessoas morreram. /EFE e REUTERS

Tudo o que sabemos sobre:
Sudão do Sulacidente aéreoavião

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.