REUTERS/Faisal Mahmood
REUTERS/Faisal Mahmood

Queda de avião mata 40 pessoas no Paquistão

Autoridade de Aviação Civil do país informou que não há sobreviventes; Escritório de Comunicação do Exército informou que enviou um helicóptero para o local do acidente

O Estado de S.Paulo

07 Dezembro 2016 | 11h24

ISLAMABAD - Um avião caiu nesta quarta-feira, 7, em uma região montanhosa do Paquistão com 40 pessoas a bordo quando fazia o trajeto entre Chitral e Islamabad, informou a Autoridade de Aviação Civil do país. "Está confirmado que caiu. Recebemos o último sinal às 16h20 locais (9h20 em Brasília)", indicou o porta-voz do órgão, Sher Ali. Não há sobreviventes e 36 corpos já foram resgatados.

A companhia aérea Pakistan International Airlines (PIA) informou primeiramente que a aeronave havia desaparecido. "Lamentamos informar que um ATR-42 da companhia PIA operado como PK-661, transportando cerca de 40 pessoas perdeu contato com a torre de controle em seu trajeto de Chitral a Islamabad há alguns instantes", informou a empresa em um comunicado.

O órgão afirmou que não há sobreviventes. “Todos os corpos foram queimados e não podem ser reconhecidos. As partes do avião estão espalhadas”, informaram autoridades locais.

O porta-voz da Polícia de Abbottabad, Muhammad Khan, disse que a corporação recebeu um alerta sobre a queda de uma aeronave perto da capital paquistanesa. "Recebemos a informação de que um avião caiu perto de Havelian. A Polícia e as equipes de resgate foram para o local", disse Khan. O prefeito de Havelian, cidade situada ao sul de Abbottabad, também confirmou que "um avião caiu na região de Piplian, perto de Havelian".

Em nota, o Escritório de Comunicação do Exército informou que enviou um helicóptero para o local do acidente. O primeiro-ministro do Paquistão, Nawaz Sharif, pediu que todas as autoridades comecem os trabalhos de resgate. / EFE e REUTERS

Mais conteúdo sobre:
Avião Desastre

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.