Avião da Qantas com destino a Nova York pousa em Fiji após problemas no motor

375 passageiros do voo passaram a noite em um hotel perto do aeroporto de Nadi

Efe,

19 de janeiro de 2011 | 05h25

SYDNEY, Austrália - Um avião Boeing 747-700 da Qantas, que saíra de Sydney com destino a Nova York, teve que aterrissar em Fiji após um de seus motores ter apresentado problemas técnicos, informou a companhia aérea australiana nesta quarta-feira.

Os 375 passageiros do voo pernoitaram em um hotel perto do aeroporto de Nadi, em Suva, e na manhã desta quarta-feira enfim partiram rumo aos Estados Unidos.

Aparentemente, o problema foi um defeito na válvula de combustível derivado do petróleo que abastece um dos motores, e a Qantas assegurou que a aterrissagem de emergência foi realizada apenas por precaução.

O caso acontece dias depois que outra aeronave Boeing 747-700 da companhia aérea australiana sofreu uma pequena explosão em pleno voo.

Várias testemunhas assinalaram que viram fumaça saindo do motor, que segundo o comandante havia superaquecido.

A investigação inicial da Qantas determinou que a explosão foi causada por um defeito nas hélices da turbina, e o avião continuou seu voo até Los Angeles sem mais incidentes.

Em novembro, um Airbus A380 da companhia aérea australiana que tinha Sydney como destino precisou retornar ao aeroporto de Cingapura ao sofrer uma explosão após um problema em um dos motores, fabricados pela britânica Rolls-Royce.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.