Avião da Qantas sofre danos após choque com pássaro

Um Boeing da Qantas que seguia para Sydney foi forçado a retornar para Johanesburgo na noite de terça-feira depois que o choque com um pássaro danificou um de seus motores, no último de uma série de incidentes da companhia australiana desde uma falha em uma turbina de um Airbus, há cerca de duas semanas.

REUTERS

17 de novembro de 2010 | 08h56

O Boeing 747, com 171 passageiros, sofreu pequenos danos no motor e iria ficar por mais de um dia em Johanesburgo, já que a Qantas teria de trazer peças de reposição da Austrália para a África do Sul, disse um porta-voz.

"O piloto seguiu o procedimento padrão e desligou a turbina número 2, mas não houve perigo em nenhum momento", afirmou o porta-voz.

Em 4 de novembro, um Airbus da Qantas, com 466 pessoas a bordo, teve de fazer um pouso de emergência em Cingapura, depois de problemas em uma de suas turbinas Rolls-Royce e, no começo desta semana, um 747 que ia para Buenos Aires teve de retornar a Sydnei porque instrumentos na cabine falharam.

Tudo o que sabemos sobre:
AUSTRALIAQANTASPASSARO*

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.