Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Tenha acesso ilimitado
por R$0,30/dia!
(no plano anual de R$ 99,90)
R$ 0,30/DIA ASSINAR
No plano anual de R$ 99,90

Avião de carga da FedEx cai em aeroporto de Tóquio

Segundo o canal de TV japonês Asahi, os dois membros da tripulação que estavam a bordo do avião morreram

Reuters,

22 de março de 2009 | 20h06

Um avião de carga da Federal Express Corp caiu no Aeroporto Internacional de Narita, em Tóquio, neste domingo, 22, fechando a maior pista do local. O piloto e o co-piloto da aeronave morreram na queda, segundo informações confirmadas pela polícia. Os dois foram resgatados pelos bombeiros em estado crítico, mas o hospital ao qual foram levados constatou a morte de ambos, informou a agência de notícias Kyodo.

 

                                                                                                                          Associated Press

 

Ao aterrissar, o avião pousou sobre suas rodas traseiras, bateu na pista e pendeu para o lado esquerdo, caindo e se incendiando, como mostram as imagens captadas pela televisão pública NHK.

 

"Nós temos informações de que ventos fortes fizeram com que o avião desviasse da pista", afirmou uma porta-voz do aeroporto. Ela afirmou que o avião saiu de Guangzhou, China, e o logo da FedEx estava claramente visível entre os destroços da aeronave.

 

Os bombeiros jogaram espuma nos destroços do avião para tentar resgatar a tripulação. O aeroporto de Narita divulgou que a aeronave era um MD-11, um avião de carga fabricado pela McDonnell Douglas, parte da Boeing Co.

 

Um porta-voz da Japan Airlines Corp (JAL), a maior companhia aérea internacional do Japão, afirmou que alguns dos aviões que chegavam ao aeroportos foram desviados para Haneda, em Tóquio, e aeroportos em Nagoya e Kansai. Um representante da All Nippon Airways (ANA) afirmou que a companhia suspendeu o check-in em Narita para 10 voos internacionais, incluindo aqueles para Nova York, Washington e Londres.

 

A FedEx confirmou que o avião era da companhia, mas afirmou que ainda estava checando outras informações.

Tudo o que sabemos sobre:
AviãoFedExJapão

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.