Avião-espião U2 volta a sobrevoar Iraque

O porta-voz do chefe dos inspetores da ONU, Ewen Buchanan, disse que o Iraque precisa ampliar sua cooperação, especialmente em relação a questões não resolvidas sobre desarmamento. A declaração reitera artigo publicado ontem pelo The Washington Post citando informações de inspetores no Iraque de pouca cooperação de Bagdá. Hoje, o Iraque permitiu que o avião-espião norte-americano U2 sobrevoasse o território iraquiano por 20 minutos. É a segunda vez nesta semana que tal avião recebe autorização de vôo desde 10 de fevereiro, quando o Iraque concordou que os inspetores o utilizassem no patrulhamento. Buchanan informou ainda que o Iraque submeteu uma lista de pessoas envolvidas na destruição de armas proibidas, uma demanda das Nações Unidas. No entanto, Buchanan afirmou que "mais é preciso".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.