Avião militar americano cai e todos os 17 tripulantes sobrevivem

Um avião militar americano Galaxy C-5, que levava 17 pessoas, caiu na manhã desta segunda-feira quando se aproximava da pista do aeroporto de Dover, Delaware, informou o Pentágono. Todos sobreviveram, apesar de que vários ficaram feridos. Allen Metheny, porta-voz do Departamento de Segurança Pública de Delaware, indicou que o avião caiu pouco antes das 7h (8h de Brasília). As cenas divulgadas pela televisão mostram que a cabine e a seção dianteira do Galaxy se separaram do resto do avião. A cauda do C-5 não aparece nas proximidades. O C-5, maior avião das forças militares dos EUA, é uma aeronave de transporte de carga pesada com capacidade para vôos intercontinentais. O peso do Galaxy se distribui sobre um trem de aterrissagem com 28 rodas. A base aérea militar de Dover é onde chegam, habitualmente, os aviões que transportam os caixões de soldados americanos mortos em combate no Iraque e no Afeganistão. Um informante militar disse que o C-5 era operado por uma unidade da Guarda Nacional, a qual não identificou. Também não há informações sobre a procedência do avião acidentado. Este texto foi atualizado às 11h43.

Agencia Estado,

03 Abril 2006 | 10h00

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.