Avião militar da China explode em pleno vôo

Os dois pilotos de um pequeno avião militar morreram na explosão do aparelho em pleno ar, quando sobrevoava a ilha de Hainan, sul da China, segundo informou nesta quinta-feira o jornal "South China Morning Post". O avião, de dois lugares, pertencente ao Exército de Libertação Popular da China, explodiu quarta-feira. Os destroços da aeronave abriram uma cratera de três metros de diâmetro no solo, segundo testemunhas. Imprensa chinesa silencia A imprensa chinesa nada publicou sobre o incidente, registrado apenas pela imprensa independente de Hong Kong, já que envolve questões militares, geralmente tratadas com cautela pelas autoridades de Pequim. Os aviões de combate e treinamento do Exército chinês sobrevoam com freqüência a ilha de Hainan, onde em 2001 ocorreu um incidente militar entre a China e os EUA. Na ocasião, um avião espião americano, que sobrevoava a área, foi forçado a aterrissar por um caça chinês e ficou retido na China durante meses. A aeronave foi devolvida desmontada ao Exército americano.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.