Avião não-tripulado dos EUA mata nove no Paquistão--autoridades

Um avião norte-americano não-tripulado matou neste sábado nove pessoas suspeitas de serem militantes na região de Wazaristão do Norte, perto da fronteira com o Afeganistão, disseram autoridades paquistanesas do setor de segurança.

REUTERS

05 Maio 2012 | 12h28

O controverso programa de aviões não-tripulados, elemento-chave nas ações antiterrorismo dos Estados Unidos, é altamente impopular no Paquistão, onde é considerado uma violação de sua soberania e responsável pela inaceitável morte de civis.

No ataque deste sábado, um aparelho disparou mísseis contra uma edificação na área de Shawal, no Waziristão do Norte, matando as nove pessoas, disseram funcionários, que não quiseram se identificar.

Shawal é uma área remota de vales e cordilheiras coberta por florestas e que se estende pelos dois lados da fronteira. Há tempos a região é conhecida por ser um refúgio para militantes do Paquistão, Afeganistão e outros lugares.

Mais conteúdo sobre:
PAQUISTAOEUAATAQUE*

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.