Avião não-tripulado mata 4 no Paquistão, dizem fontes

Autoridades de inteligência do Paquistão alegam que dois supostos mísseis norte-americanos disparados de um avião não-tripulado, também conhecido como drone, mataram quatro militantes estrangeiros, perto da fronteira com o Afeganistão.

AE, Agência Estado

29 de maio de 2013 | 02h48

Segundo os paquistaneses, a aeronave norte-americana disparou os mísseis nesta quarta-feira contra uma casa em Miran Shah, a principal cidade da região tribal paquistanesa do Waziristão do Norte.

As fontes falaram sob condição de anonimato porque não estavam autorizadas a se pronunciaram com a imprensa.

A região tribal é reduto de uma série de militantes locais e afegãos, incluindo combatentes ligados a Al-Qaeda.

O programa de drones de Washington é extremamente criticado no Paquistão, embora o

número de ataques tenha caído drasticamente desde o auge do programa em 2010. As informações são da Associated Press.

Tudo o que sabemos sobre:
paquistãoeuadrone

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.